Quem Somos

A Miração Filmes é uma produtora de conteúdo que condensa a experiência de 22 anos de mercado audiovisual de seu sócio, Sergio Roizenblit.

Com currículo extenso e variado, incluindo séries de TV, séries educativas, videoclipes, videocenários, instalações e principalmente documentários, a Miração passou a fazer jus a seu codinome Filmes em 2009, quando lançou e distribuiu no circuito de salas de cinema seu primeiro longa-metragem. O Milagre de Santa Luzia, lançado no Festival de Brasília, ficou 17 semanas em cartaz nas principais capitais brasileiras.

Em 2011 a Miração lança seu segundo longa-metragem, Solidão & Fé, premiado na Mostra de Tiradentes em 2011 com o prêmio do júri popular.
Os novos projetos da produtora focam nas áreas de cinema e televisão, com destaque para abordagens transmídia.

Já fizemos documentários, séries para TV, peças para comunicação institucional e alguns outros trabalhos.

Interessou-se pelo nosso trabalho? Entre em contato conosco!

nossa equipe

Sérgio Roizenblit

Sérgio Roizenblit

Direção de filmes, fotografia, roteiro e montagem

Documentarista desde 1988. Sérgio Roizenblit montou sua primeira produtora de vídeo, a Rec Play, há 15 anos. Desde aquela época e até os dias de hoje com a Miração Filmes, produziu um número imenso de trabalhos audiovisuais, de instalações a programas de TV, de videoclipes a videocenários, de produções para o terceiro setor ao primeiro longa-metragem, que estreou nos cinemas em 2009.

O filme, O Milagre de Santa Luzia, foi bem-recebido por público e crítica e ficou 17 semanas em cartaz nas principais cidades de todo o Brasil. E ainda rendeu frutos: a série O Milagre de Santa Luzia, produzida pelo Instituto Peabirus.

Alguns trabalhos de Sérgio Roizenblit

O Milagre de Santa Luzia – Cultura Popular
(segunda temporada da série para a TV)

Retrovisor
(série de ficção para a TV)

Brasil 2050
(série para a TV)

O Milagre de Santa Luzia
(longa-metragem e série para a TV)

Roupa para tirar retrato
(documentário curta-metragem)

Maria Duschenes – O Espaço em Movimento
(documentário curta-metragem)

Barrageiros
(documentário curta-metragem)

 

Marina Puech Leão

Produtora executiva e coordenadora de produção

Com quase 15 anos de experiência, Marina participou da produção de importantes filmes brasileiros como “A Via Láctea” de Lina Chamie, “Chega de Saudade” de Laís Bodanzky, “Nina” de Heitor Dhalia, “Os Doze Trabalhos” de Ricardo Elias, “Árido Movie” de Lírio Ferreira, entre outros, além de séries de TV (como “Carandiru – Outras Histórias” de Hector Babenco), filmes publicitários e documentários (“Raul Seixas, o Início, o Fim e o Meio”, “Marighella” entre outros).

Hoje coordena o departamento de produção da Miração Filmes acompanhando os projetos em todas as suas etapas.

Alguns trabalhos de Marina Puech Leão

Chega de Saudade
(longa-metragem)

Maçã
(curta-metragem)

Rainha Hortência e Magic Paula
(episódio em série de TV)

A Via Láctea
(longa-metragem)

Copa de Botão
(episódio em série de TV)

 

Tide Gugliano

Coordenador do departamento de finalização

Trabalha há 10 anos na area audiovisual, tendo atuado na pós-produção de videos educativos, documentários, programas de tv, institucionais, comerciais, videos para internet e novas mídias (painéis/bus TV).

Há 2 anos coordena o departamento de finalização da Miração Filmes, tendo sido montador dos principais projetos da casa como a série “O Milagre de Santa Luzia”.

Alguns trabalhos de Tide Gugliano

O Milagre de Santa Luzia
(longa-metragem)

100 Anos Luz
(longa-metragem)

Arquiteturas
(Série para TV)

Brookfiled
(comunicação institucional)

Ana Roxo

Coordenadora do núcleo de roteiro e dramartugia

É roteirista, dramaturga, atriz e poeta.  Formada em direção teatral pela ECA – USP (2003), também cursou EAD – Escola de Arte Dramática da USP (1998-2002).

Foi indicada ao Prêmio Shell 2012 como melhor autora pela peça Cabeça de Papelão, da Cia. da Revista.

Fez parte do corpo docente da Escola Livre de Teatro de Santo André (2005-2012); foi artista-orientadora de teatro do Programa Vocacional da Prefeitura da Cidade de São Paulo (2008-2010) e do Projeto Ademar Guerra (2010).

Tem diversos trabalhos em teatro como: Gardênia (dramaturga), direção de Marat Descartes (2009-2014), Aqui Quase Longe (dramaturga), 2009, Para um Banho Depois da Tarde (diretora e dramaturga em co-autoria com Cássio Pires), Cia dos Dramaturgos, Casa das Rosas, 2005-2006; Mais Um (diretora), texto de Cássio Pires, Cia dos Dramaturgos, 2005; 3×4/18×24 (diretora e dramaturga), 2001.

Também é roteirista e desenhista do #minilivrinho, série de tiras e desenhos de humor.

Na Miração Ana coordenada o núcleo de roteiro e dramartugia onde são escritos os roteiros de ficção e documentários e textos para elaboração de projetos.

Alguns trabalhos de Ana Roxo

A Premiada
(longa-metragem, projeto em desenvolvimento)

Arquiteturas
(Série para TV)

Usina Santo Antonio
(comunicação institucional)

O Milagre de Santa Luzia – Cultura Popular
(série para tv, projeto em desenvolvimento)